Amigos de Artes na Passarela

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Marcador de páginas Moranguinho

Estamos acostumados a marcar a página do livro que estamos lendo com qualquer coisa que encontramos pela frente: nota de supermercados, canetas, guardanapos de papel, panfletos, ou dobramos o cantinho da folha formando orelhinhas, que danifica o livro.
Ou pior, usando a primeira ou segunda orelha destinada às informações sobre o livro e o autor, que também deforma o livro.
Mas se você tiver um marcador de páginas em crochê, com uma correntinha para ficar no centro do livro e um moranguinho fresquinho você evita marcações que danifiquem o seu livro.
Quando você presentear alguém com um livro, acrescente um marcador de páginas para acompanhar o presente, que é uma lembrancinha a mais para demonstrar seu carinho.





.


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Descanso para copos de crochê

Os primeiros descansos para copos foram chamados de bolachas, que são pequenos suportes geralmente feitos em forma de discos de papelão, que servem para apoiar copos e garrafas, impedindo que a água condensada ao redor deles eventualmente manche as mesas de madeira. O nome "bolacha" é uma referência direta ao formato comum desses suportes, que remete a uma bolacha; no Brasil são chamadas de modo mais específico como bolachas de chopp.
 A história dos Porta Copos ou Bolachas de Chopp vem do século XIX. Os primeiros registros sobre o tema apontam que, em torno de 1880, na cidade alemã de Weisenbach, já apareceram as primeiras peças já em cartão grosso, produzidas artesanalmente bem parecidas com o que utilizamos hoje para evitar que derramasse nas mesas a espuma das enormes canecas de cerveja que eram usadas na época.

A utilidade dos descanso para copos continua a mesma, o que mudou ao longo do tempo é que não ficou só no padrão, há inúmeros suportes com dimensões e formatos próprios, enriquecendo o visual das peças e servindo como item decorativo , assim como uma infinidade de materiais utilizados de forma artesanal. Neste post mostro um conjunto de descanso para copos confeccionados em crochê com fios de algodão.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Trenzinho

Curiosidades: O trem  é um transporte ferroviário que consiste num ou vários vagões  ligados entre si e capazes de se movimentarem sobre trilhos ou carris, para transportarem pessoas ou carga de um lado para outro, segundo uma rota previamente planejada.
O trilho ou linha, normalmente constitui-se pelos convencionais carris duplos. A composição pode ser puxada por uma locomotiva ou por uma unidade auto alimentada que podem ser unidades simples ou múltiplas.

O post de hoje mostra a  toalhinha para bebê bordado um trenzinho, composto por uma locomotiva e por 3 unidades, a primeira leva brinquedos (bola, ursinho), a segunda unidade leva flores e a terceira unidade leva barrinhas douradas.
Na segunda imagem podemos observar uma paisagem do fundo do mar com seus animais habituais.

O trenzinho é uma sugestão para o enxoval de um menininho e o fundo do mar bordado na toalha salmão para o enxoval da menininha.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

2015 e as postagens semanais: um desafio a ser cumprido

2015 iniciou e fiz um balanço dos trabalhos artesanais que confeccionei em 2014 e não publiquei devido a problemas em fotografar, selecionar as fotos, montar as fotos para o blog, produzir a postagem etc.
Separei todas as fotos de artesanatos que não foram mostradas aqui e cheguei a uma conclusão: esse ano eu prometo postar toda semana, de preferência nas quartas-feira (tem material para postar o ano todo).
E para ilustrar o post de hoje, flores de crochê, estavam prontas, guardadas...
... flores para fazer broches...
 ... flores para fazer arranjos de cabelos...
 ... flores para decorar chapéus...
 ... flores para tiaras no cabelo...
... flores para aplicar onde a imaginação nos levar.



sábado, 3 de janeiro de 2015

Cumprindo parte da promessa

Em setembro postei sobre sobras de fios e a difícil tarefa de acabar com eles. Busquei por um modelo de blusa de tricô colorido, encontrei uma que me agradou.
Não tinha todas as cores indicadas no esquema gráfico então fui para a adaptação. Separei sobras em quantidades suficientes para cada troca de cor e prometi mostrar o resultado.
No fervor da decisão comecei os trabalhos que pararam no calor da estação. Mas mesmo devagarinho com o apoio incondicional do ar condicionado conclui toda a parte que diz respeito ao tricô.
Bloqueei as mangas, frente e costas já estavam unidas e deixei lá de ladinho, afinal ninguém consegue pensar em terminar uma blusa de inverno quando os termômetros marcam acima dos 30º e todo mundo está crochetando tops e biquines.
E veja agora o tricô aguardando as costuras para concluir o trabalho e render mais um post com a blusa pronta.
Relembrando, veja as sobras de fios separados, o modelo escolhido na postagem do dia 17 de setembro de 2014. 

Ainda sobrou fios das sobras de fios, tenho que parar para pensar de novo sobre o que fazer, mas vou aguardar o friozinho chegar, quem sabe com a cabeça fresca as idéias fluem mais facilmente.